7 de abril de 2013

O que é moda?


Bom, já fiz alguns posts aqui no blog sobre alguns visuais bizarros que desfilam nas passarelas (esse, esse aqui e esse outro), mas nunca cheguei a falar propriamente a respeito do tema: moda. Para ficar mais fácil, vou dividir meu texto em tópicos para dar minha devida inútil opinião acerca de cada item.



Tendências

Em todo começo de estação, temos aqueles ditadores da moda indicando quais serão as tendências da estação. E daí, eles começam a falar todas as coisas possíveis.
Exemplo.:
Entendido de moda diz: "As cores da moda serão amarelo, azul, vermelho, rosa, roxo, branco, verde, preto, lilás, fúcsia, magenta, alaranjado, cinza, marrom, etc. etc. etc." DAÍ O CARA FALA TODAS AS CORES. O que isso quer dizer? Que todas as cores estarão "na moda"? Pois é.
Entendido de moda diz: "No inverno, vai usar muito listrado, muita bolinha, muito liso, muito estampado, muito xadrez, etc. etc. etc." DAÍ O CARA FALA TUDO QUE EXISTE NO MUNDO. O que isso quer dizer? Que tudo estará "na moda"?  Pois é.

Pergunta: O QUE CONCLUÍMOS COM ISSO?
Resposta: CONCLUÍMOS QUE NÃO EXISTE ESSA PORRA DE TENDÊNCIA. Se tudo é tendência, quer dizer que nada é, concordam com a tia?



Desfiles

Naqueles outros posts que linkei ali em cima, mostrei alguns looks bizarros que a gente vê por aí nas passarelas. AH, MARI, MAS VOCÊ TEM QUE ENTENDER QUE O DESFILE É CONCEITUAL, E BLABLABLABLA - eu sei disso, ô retardada. O que eu não entendo é o que uma mulher vestida de colméia consegue trazer de conceito para um estilo de roupa.

Além disso, isso de fazer coisas conceituais traz o grande problema da interpretação aberta. Recentemente, uma agência especializada em modelos negras protestou por causa de um desfile de um cara aí que colocou bombril na cabeça dos modelos. Acho que uma coisa não tem nada a ver com a outra, mas foi só um exemplo mesmo (?) marielledoidasemsentido



Bloguetes de moda

Ah! Que colírio para os meus olhos! Chegou a hora de falar sobre as incríveis blogueiras de moda. Antes de tudo eu gostaria de falar que conheço algumas e inclusive sou grande amiga de outras, mas me refiro a um tipo específico de blogueira que vocês saberão exatamente de quem falo.

Não sei se o problema é com a minha pobreza ou se todo mundo se sente assim, mas eu me decepciono um pouco ao acessar alguns blogs de moda. Boa parte deles serve para a blogueira em questão comentar o quanto estava boa a viagem a Paris, onde foi ao lançamento das coleções das grifes mais ridiculamente caras do mundo. Isso porque, no último mês, ela também esteve em Nova Iorque, Milão, Tóquio e também tirou umas férias pelo Caribe porque ninguém é de ferro, né?

Daí vejo um look lindo com uma maquiagem perfeita e quando vejo o preço de cada uma das coisas, tenho vontade de bater com o Mjolnir na minha própria cabeça até ela estourar. Batom: R$280,00. Blusinha de malha: R$460,00. Chinelo: R$600,00. Calça jeans: R$1.400,00. E elas colocam essas coisas com uma naturalidade, como se todos os dias eu fosse para Miami e gastasse oitenta vezes o meu salário em um brinco. Eu tô é muito pobre mesmo =(



E daí, nós chegamos à linda conclusão de que o que você vê no desfile NÃO significa aquilo que será tendência, mas não importa porque TUDO afinal é tendência, mas você só vai estar MESMO na moda se você tiver muito dinheiro.



0 comentários inúteis:

Postar um comentário

Vai, comenta! Não dói nada!