11 de novembro de 2011

11 previsões do fim do mundo que não deram certo


Em homenagem a esta fatídica data de 11/11/11, que vive rodeada de profecias, lendas, idiotas e números 1, resolvi escrever pra vocês sobre ONZE previsões do fim do mundo que não aconteceram. 

 O assunto preferido de profetas e afins é o fim da humanidade, a destruição do nosso planeta, a extinção de todo o universo com fogo, água, terremotos, explosões, anomalias, doenças mortais, vírus croatan, bla bla bla. Antes mesmo do nascimento de Jesus já tinha maluco espalhando terror no povo prevendo o Armageddon.
Não, não esse Armageddon!
Esse talvez...

Uma das técnicas mais usadas é dizer a data da profecia muitos anos a frente de seu tempo para que, quando ela falhar, ele não esteja mais aqui pra precisar explicar o porquê. Mas vamos à elas:


1ª - 992
O estudioso Bernardo da Turíngia causou pânico na Europa quando anunciou confiante que seus cálculos mostravam que o mundo só tinha mais 32 anos antes do Fim.

2º - 31 de Dezembro de 999
O Apócrifo bíblico diz que o Juízo Final (popular O Fim do Mundo) aconteceria mil anos após o nascimento de Jesus Cristo. Quando o dia chegou, mesmo sendo duvidoso que tenha existido o pânico relatado posteriormente, certo grau de apreensão provavelmente foi experimentado e... Nada aconteceu. Disseram então que os mil anos não deviam ser contados após o nascimento de Jesus Cristo, e sim após sua morte. De novo, nada aconteceu.

3º - 1 Fevereiro 1524
Uma das datas que mais carregou expectativas para que o fim do mundo acontecesse por causa de um dilúvio. Em junho de 1523, astrólogos em Londres previram que o fim começaria lá com um dilúvio. Quando nada aconteceu, os astrólogos começaram a rever seus cálculos e descobriram que eles tinham errado por 100 anos. No mesmo dia em 1624 astrólogos ficaram desapontados por se encontrarem vivos e secos.


4º - O ano de 1524 e suas muitas profecias sobre desastres.
Nicolaus Peranzonus de Monte Sancte Marie descobriu que um alinhamento de planetas ocorreria em peixes (um signo aquático) naquele ano, o que fortaleceu a crença de um dilúvio universal.
George Tannstetter foi um dos únicos a se opôr às previsões de que o mundo acabaria naquele ano. Ele chegou a essa conclusão quando fez seu horóscopo e previu que viveria até depois de 1524. Mas ele foi considerado um estraga-prazeres e foi ignorado.
O astrólogo Johannes Stoeffler previu que uma "inundação gigante" ocorreria no dia 20 de Fevereiro (alguns dizem 2 de Fevereiro), tal era a confiança das pessoas em sua habilidade que mais de 100 panfletos foram escritos e publicados sobre sua previsão. Naquele ano as pessoas construiram barcos e até arcas, como o Conde von Iggleheim. Quando chegou o dia da previsão, só uma chuva fraca aconteceu, as pessoas, sem ter nada melhor pra fazer, apedrejaram o Conde até a morte.

5º - William Miller em 1840
Uma das profecias mais conhecidas sobre o apocalipse que também fracassou. William começou a dizer que o mundo ia acabar e Cristo voltaria, prevendo um grande incêndio entre março de 1843 e março de 1844. Mesmo mudando a data para outubro, o fim nunca chegou. Os seguidores de Miller formaram a Igreja Adventista do Sétimo Dia.

6º - Joseph Smith em 1835
Anos mais tarde outro profeta se levantou dando uma nova data para a destruição da Terra. Fundador da religião mórmon nos Estados Unidos, Joseph Smith afirmou a líderes da igreja que Deus havia dito a ele que Jesus retornaria em 56 anos. Óbvio que Jesus não voltou e o Joseph bateu as botas antes de poder se explicar.

7º - Cientistas em 1910
Em 1910 a passagem do Cometa Halley também deixou o mundo em pânico, mas dessa vez a ideia do fim não veio de um religioso e sim de cientistas que diziam que a cauda do cometa tinha um gás mortal e que ele passaria muito próximo da Terra. Os ânimos só se acalmaram quando outros estudiosos se levantaram pra dizer que a passagem do Halley não afetaria em nada a vida terrestre... Só no nome de batismo de algumas crianças da classe C.

8º - Harold Camping em 1990
Em sua primeira previsão, seus estudos apontavam que o arrebatamento aconteceria em 6 de setembro de 1994 de acordo com os mesmos cálculos que o fez sugerir uma nova data, 21 de maio de 2011 (aniversário do TPM!), se tornando assim o único “profeta do apocalipse” que falhou duas vezes. PORRA HAROLD.

9º - Nostradamus em algum momento de sua vidinha monótona
Outra importante profecia foi a de Nostradamus. Seus escritos de mais de 400 anos afirmavam que “no ano 1999, sétimo mês / Do céu virá o grande rei do terror”. Nem se quer choveu.

10º - Virada do milênio – 2000
Assustados com as possibilidades do que poderia acontecer por conta do bug do milênio, muitas pessoas se suicidaram na virada do ano 1999/2000. Outras apenas encheram a cara no réveillon.

11º - Os Maias e 2012
No século XXI já surgiram muitas outras previsões que fracassaram, mas a mais falada é a que prevê o fim da humanidade para dezembro de 2012, baseada no calendário Maia. Recentemente um antropólogo apresentou a pedra com a escrita Maia e desmentiu a história que deu origem ao filme “2012”.


Julgando pelo número de profecias que falharam, acho que podemos dizer que ainda temos um bom tempo nesse planeta. Já julgando pela atitude do ser humano em relação ao seu habitat, podemos dizer que o planeta tem a sorte de ter pouco tempo com estes humanos.

Whatever, só nos resta esperar ansiosos!

3 comentários inúteis:

  1. adorei o post... só pra fechar essa loucura de fim dos tempos teve a reportagem da record hoje falando das LOUCURAS das igrejas pentecostais... só rindo mesmo...

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho preguiça de comentar, mas já que você postou que ninguém ia rsrs.
    Post muito bacana, eu lembro que em 99 eu estava no pré, diziam que o chão ia se abrir e nos engolir haha. E a única coisa que aconteceu foi de todos os alunos (a maioria) que não foram serem 'bullynados' por causa disso.

    ResponderExcluir
  3. Eu sinceramente já nem acredito mais nessas datas... Mas sempre tem um babaca querendo ser Deus e inventar uma data pro mundo acabar!

    ResponderExcluir

Vai, comenta! Não dói nada!