1 de abril de 2011

Uma mentirinha não dói




Aproveitando o 1º de abril, senta que lá vem mais um assunto que divide muito a opinião dos leitores: mentira. Não, não é mentira que eu vou escrever sobre isso! É sobre isso que eu vou escrever: mentira. [loop eterno]



Quem nunca mentiu ou nunca foi enganado? É, caro amigo, bem vindo ao mundo real! Existem pessoas especialistas em enganar, ocultar, dissimular... Sim, por que uma coisa leva à outra. Você começa omitindo sua idade e termina com outra família fora do casamento. É como quem diz que só fuma em balada e termina paciente terminal de câncer no pulmão, fumando 5 carteiras por dia. Mentira é vício, e dos mais maléficos. Faz mal pro coração, pra cabeça, e até pros dentes dependendo da força do enganado.

Você sabia que as pessoas contam em média 4 mentiras por dia? Em TPM, essa média deve ser maior!
- Amor, você tá bem?
- To ótima!
BÉÉÉÉÉÉ MENTIRA

- Amor, to gorda?
- Que isso, você tá linda.
BÉÉÉÉÉÉ MENTIRA

- Você lembrou do nosso aniversário de namoro né?
- Claaaaro, amor, olha aqui ó, até planejei te levar naquele restaurante que você gosta.
BÉÉÉÉÉÉÉ MENTIRA


Existe mesmo esse tipo de “mentirinha inocente”?
Eu sinceramente (ops) acredito que nem só de sinceridade vive o homem. Existem fatos e pensamentos que não devem ser expostos assim, sem medir as palavras ou modificar alguma informação. Sim, seu affair têm um passado com outras pessoas, você não precisa necessariamente saber de cada detalhe. Sim, sua mulher está gorda, mas você não quer magoá-la dizendo isso e nem ela quer ouvir uma afirmação quando perguntar. Sim, você esqueceu o aniversário de 5 meses e 20 dias de namoro de vocês, mas pra quê contar?

Cada um tem seu termômetro de sinceridade. Existe uma linha que divide o que pode e o que não pode pra cada um. Um “medir palavras” sempre é necessário pra existência de todo e qualquer bom relacionamento com outro ser humano.

No filme O Mentiroso rola um negócio interessante sobre isso: por um dia, o personagem só consegue falar a verdade. Imaginem o que aconteceria se todas as pessoas fossem extremamente sinceras por um dia? CAOS ETERNO, óbvio. E não teríamos mais advogados, publicitários, vendedores, políticos... Oh wait, essa última conseqüência eu aceito.

Mas falando sério agora: mentir é sinal de fragilidade emocional e insegurança, e pode até ser uma doença. Pseudolalia, psicose, narcisismo, histrionismo. Fora isso, pessoas viciadas em mentir acabam, mais cedo ou mais tarde, perdendo a confiança de todos ao seu redor e tendo uma vida miserável, sendo sempre vistas como falsas e hipócritas. E o pior? Elas ainda vão ‘infectar’ a sua vida com isso.

Sinceridade é bom e eu gosto. Mas não precisa dizer que eu to gorda se eu perguntar, ta?


MENTIRA!





Nota: Existe uma série BEM legal que eu acompanho chamada Lie to Me, que trata de investigações de uma equipe formada por especialistas em detectar mentiras, analisando as mínimas expressões e gestos dos suspeitos. Vale a pena!

9 comentários inúteis:

  1. MASSA GOSTEI Ó! PRIMEIRO DE ABRIL O DIA MUNDIAL DE TODOS OS DIAS! TAMO PRECISANDO DE UM MUNDO QUE NAUM TRATE A MENTIRA COMO UMA ATITUDE CORRIQUEIRA E DE UM MUNDO QUE SAIBA ANALISAR QUEM REALMENTE ESTÁ SENDO FRANCO,MESMO QUE DANDO APENAS UMA SEGUNDA OPORTUNIDADE HEHE E VALE ENFATIZAR QUE NÃO TOU MENTINDO E QUE O CARA QUE TÁ BEM AQUI SENTADO DO MEU LADO NÃO SE IMPRESSIONARIA SE EU VIRASSE PRA ELE E CONTASSE UMA MENTIRA MESMO QUE HOJE NÃO FOSSE PRIMEIRO DE ABRIL.GRATOS!

    ResponderExcluir
  2. Eu gostaria que dia 1º de abril fosse feriado...

    ResponderExcluir
  3. Ah, sua linda!
    Que máximo esse post, interessantíssimo e divertido :)
    Parabéns!

    (e ai de quem te chamar de gorda! Me conta que eu vou brigar! rs)

    Bjsss

    ResponderExcluir
  4. No Bebida Liberada do dia 29/03, a Maíra Charken fez um texto igual a esse também.

    ResponderExcluir
  5. Tá, mentir demais é prejudicial, mas não vamos esquecer que só falar a verdade também fode com a tua vida, sejamos moderados em ambas as coisas...

    ResponderExcluir
  6. Antes foder a vida com uma verdade do que com uma mentira.
    Ótimo texto, parabéns.

    ResponderExcluir
  7. Mentir é inevitável ahha '
    E as vezes é até melhor que a verdade..
    Como vc disse, sinceridade é bom. Mas nem sempre qdo queremos ouvir a verdade.


    http://speakingbymusic.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Vai, comenta! Não dói nada!