22 de março de 2011

Versão brasileira Herbertwittershards


Nesses últimos dias, estava estudando (aham Malu, senta lá), a TV estava ligada e decidi assistir ao filme do Adam Sandler que estava passando. Qual não foi a minha surpresa ao descobrir que o filme que estava passando era do Sylvester Stallone? Indignadíssima, resolvi escrever uma crítica para o Tpm aos dubladores que insistem em colocar a mesma voz na Nicole Kidman e na Barbra Streisand! Opa, opa, peralá!...
Imaginem as grandes vozes de destaque de grandes celebridades brasileiras alteradas, por exemplo o Cyd Moreira com a voz do Silvio Santos, Wagner Moura com a voz do Danilo Gentili, Vera Fischer com a voz da Regina Duarte. Estranho, não?
E ídolos como Barry White... o que aconteceria caso tivessem a voz do Adam Sandler? Imaginem agora que todos os homens do mundo tivessem a voz do Adam Sandler e as mulheres da Drew Barrymore. Que inferno! ... Mas infelizmente é assim no mundo dos dubladores.

Semana passada fui assistir ao filme “Esposa de Mentirinha” com Jennifer Aniston e ADAM SANDLER (eles protagonizam, não fui exatamente COM eles). Eu sabia que era dublado, mas como teria que enrolar um pouquinho no shopping resolvi encarar. Juro que no começo quase saí ao perceber a animação nível Ivan Lins do dublador do Sandler; mas a história era consideravelmente boa, e eu fui ficando... Até aparecer a Nicole Kidman fazendo a linha Gabriela Duarte! (...) Aí vem você e me diz: “Mas a Gabriela Duarte é uma belezinha!” Sim! Mas a voz dela NÃO! Só não é mais chata que a da Xuxa e da Sandy.
Devo defender aqui também meus personagens favoritos do momento, Dean e Sam Winchester, da série Sobrenatural; que têm vozes dignas de borrar o lençol de qualquer fantasma, mas que na versão brasileira não passam de dois estudantes punheteiros de Standford. Viram só como a voz é a alma da atuação?...- Oi?
Juro que cansei! Cansei da voz brasileira do Adam Sandler, da Drew Barrymore, do bode do Hércules e do seu Perú da Escolinha do Professor Raimundo.
Mas, claro! Abro exceções para Simba e todos os demais personagens da Disney e de desenhos animados, que não seriam tão idiotamente legais se não fossem os nossos dubladores. E também agradeço a Regina Duarte por ser uma péssima atriz, mas mesmo assim não ter mudado para a área de dublagem! E um salve à voz da Rochelle brasileira. #Everybodyhateschris
Os 90 anos do Seu Peru (pronome de tratamento, não possessivo!) e seus personagens (dele!!!! Não seus!!).

6 comentários inúteis:

  1. Você tem razão, a maioria das dublagens brasileiras são um lixo! Eles não se importam se a dublagem vai ficar parecida com a voz original, só se importam em ter uma voz, mesmo que não tenha nada a ver com o jeito ou aparência do personagem. Daqui a pouco, talvez, vão colocar dubladores masculinos em personagens femininas e vice-versa (se é que não já colocam!). Enfim, adorei o post!
    -
    =)

    ResponderExcluir
  2. hahahahahaha morri!
    A voz do Adam Sandler no Sylvester Stallone, kkkkk
    Faz tanto tempo que eu não assisto filme dublado...quantas vezes já não brochei de filmes ótimos por causa disso, rs

    Sensacional o texto, Malu =)
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Não gosto de dublagens, então não posso opinar.

    ResponderExcluir
  4. Doi na alma ver caras como Dr.House dublados
    http://www.youtube.com/watch?v=sKAjcIlWsz4

    Assistir Dexter dublado é simplesmente impossível.
    Mas fora os desenhos, tem uma coisa que fica muito melhor dublada que são os filmes que assistíamos na sessão da tarde quando eramos juvenis. Tente assistir Loucademia de Policia legendado... tsc... perde a magia das estripulias do Mahoney.

    ResponderExcluir
  5. O foda mesmo e ter filme dublado no cinema!! ao invez de evoluirmos com a tecnologia!! o povo ta ficando burro e com preguiça de ler!!!

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto bastante dos dubladores brasilecos. Principalmente os do Chaves, que melhoraram o que já era perfeito!

    ResponderExcluir

Vai, comenta! Não dói nada!