15 de março de 2011

Comprinhas Básicas





Essa é a Narcisa

Hoje, dia 15 de março, é o dia que minha conta de telefone vence e eu não tenho dinheiro para pagar. Mas como isso interessa a poucas pessoas, podemos dizer que hoje também é o Dia Mundial do Consumidor.

O Dia Mundial do Consumidor é mais uma daquelas datas criadas pelo capitalismo para fazer as pessoas comprarem presentes e... oh, wait! É uma data metalinguística, vê só que bonito!

Tenho a sensação de que as únicas pessoas que realmente comemoram esse dia são a Narcisa Tamborindeguy e os donos das lojas caras que vendem banana a preço de tudo.


Agora, você vai entender um pouco da mecânica do consumo, e como funciona essa porra toda:


CONSUMO: do latim com + sumere, tomar ou empregar completamente, gastar, comer, destruir, receber ao mesmo tempo... Quer dizer, consumir significa fazer qualquer coisa com qualquer objeto a fim de qualquer objetivo.

De acordo com o grande filósofo, sociólogo, geógrafo, astrólogo e historiador, Sir. Wikipedia, o comportamento do consumidor é influenciado pelas seguintes variáveis: necessidades, motivações e atitudes.
Vou explicar, a seguir, cada uma delas de acordo com meu vasto conhecimento em ciências econômicas e sociologia comportamental.

Necessidades: Você precisa de comida. Você não precisa de uma bolsa Prada. Logo, você deixa de comer durante três meses para pagar a primeira parcela da bolsa.

Motivações: Você não precisa da bolsa. Você vê a Anne Hathaway usando a bolsa em uma propaganda na televisão. Logo, você precisa da bolsa.

Atitudes: Você compra a bolsa.

Essa é a Anne Hathaway
                                                               
Além disso, o consumo influi nas seguintes características permanentes dos indivíduos:

Personalidade: Você comprou a bolsa. Você está falido por causa disso. Logo, você se sente frustrado por não conseguir pagar o próprio almoço e passa a fazer visitas periódicas e aleatoriamente selecionadas para o meio-dia, a parentes que poderão insistir para que você “fica para comer alguma coisa!”

Imagem de si próprio: Você almoça fora todos os dias (não interessa onde, é fora). Você tem uma bolsa Prada. Logo, você se acha a rainha da cocada preta e passa a sambar com melancia na cabeça (metaforicamente) toda vez que se olha no espelho.

Estilo de vida: Você é feliz.


Essa é feliz
                                                               

E assim a vida continua. Um dia você consome, um dia você é consumido.

3 comentários inúteis:

  1. huahuhauhauhauh
    Mto bom o texto!!!!
    Tem dias q vc PRECISA de uma bolsa ou sapatou ou acessório ou maquiagem ou roupa mesmo!
    É uma necessidade básica!

    ResponderExcluir
  2. Como assim "Você não precisa de uma bolsa Prada"???
    Todo mundo precisa de uma!

    kkkkkkkkkkkkk

    É bem assim mesmo...
    No meu caso, um dia eu consumo (dia do pagamento) e o resto do mês me consome!
    =/

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu devia ter lido esse texto antes...mas agora já gastei todinho o meu suado salário em BOLSAS, e sapatos...To morrendo de fome, não tenho almoçado... sabe como é...kkkkk

    Adorei o texto :)

    ResponderExcluir

Vai, comenta! Não dói nada!