9 de novembro de 2010

Cereal Killers


Aêe galeraa, antes de qualquer coisa quero que saibam que hoje a Alice Umbrella, nossa redatora mais maluca, tá ficando mais velha!!! Juro que, quando começamos a fazer o blog, eu nem imaginava que nos tornaríamos amigas e confidentes, como somos hoje, por isso só tenho a agradecer a essa garota vermelha por ter entrado na minha vida! Parabéns hermana. Muitos e muitos anos de amizade pela frente. Sucesso!!!


Atenção Creuzebek, agora sim vai começar a baixaria...
Se é pra morrer, que seja de rir. Tá certo? É assim a frase? Pois bem, decidi apresentar a vocês a minha “tchurminha” que, diga-se de passagem, não concorda muito com essa filosofia de vida. Aliás, se há uma filosofia que esses queridos seguem, eu chamaria de “filosofia de morte”.

Antes de mais nada quero deixar dois recados às pessoas mais ‘burrinhas’ que fazem questão de ler nossos textos para pentelhar...
1) Não estou fazendo apologia ao crime, assim como não faço apologia à violência, regionalismo, lendas urbanas ou à Rita Lee. (hãn?... vide meus outros textos.)
2) Vaza daqui! Vai ler o blog da Capricho!

Pronto! Era isso.

Senti uma necessidade estranha, quase psicopática de compartilhar com vocês mais esse assunto que me interessa tanto! Alguns de meus textos são escritos exclusivamente para criticar. Não é o caso. Estou apenas repassando (e comentando) informações. Vou começar com meu favorito...



Charles Manson. Líder da “Família Manson” (algo como uma “Família Restart” do mal!) organizou uma série de assassinatos em duas noites consecutivas. A primeira na casa do meu segundo diretor preferido, Roman Polanski (que por sinal também fez cagada, e eu já vou falar dele!...), assassinando sua esposa, a atriz Sharon Tate, que estava grávida (e não era do Bebê de Rosemary), e mais quatro amigos da casal. Após os espancamentos, torturas e assassinatos, a gangue ainda teve a “decência” de deixar nas paredes a marca “Pigs”. (Como se já não tivéssemos notado que eles haviam feito uma porcalhada digna de prisão perpétua!). Na noite seguinte ele matou mais um povo aí. (Mas não vou entrar em detalhes porque não interessa).


Agora o Polanski (diretor de um de meus filmes favoritos, O Bebê de Rosemary). Esse maluco não matou ninguém no sentido real da palavra. (Apesar de ter me matado de susto em Rosemary; e de chorar em O Pianista). Após o sucesso de O Bebê de Rosemary e o assassinato de sua esposa; em 1977 Polanski foi acusado de ter dopado uma menina de 13 anos e ter mantido relações sexuais com a mesma. Analisando a parte física eu diria que o Polanski está longe de ser um Marcelo Antony pedófilo na novela das 21h. Mas antes que morram de ‘nojinho’ vou mudar de assunto para algo mais agradável...

Jack, o estripador. Esse é “a namoradinha do mundo dos assasinatos brutais” sem dúvidas. Algo como a Geyse Arruda, que todo mundo conhece, mas ninguém sabe exatamente o que faz. “Mas como essa Malu é burra! O nome já diz... ele estripa!” (...) Hãn! Ok sabidão! Agora defina o significado e conjugue o verbo na segunda pessoa do plural do pretérito imperfeito!...

Brincadeira! Chega de bobeira! Vou apresentar o tio aí... Jack, o ESTRIPADOR (e não estuprador, como já ouvi muita gente falando por aí) não tem face mas é Serial Killer nato, como todos os astros desse meu post, que esfaqueava e mutilava prostitutas no distrito de Whitechapel, em Londres. Como ele nunca foi capturado, acabou virando lenda (como a loira do banheiro, mula-sem-cabeça, Paulo Maluf...). Só digo uma coisa... no Brasil ele teria um trabalhão!


Jeffrey Dahmer. Vítima de abuso sexual na infância por um vizinho, e cúmplice de brigas terríveis entre seus pais, o queridíssimo aqui não decidiu montar uma dupla sertaneja para afogar as mágoas como muitos brasileiros fariam. Segundo o Wikipedia “Em sua mente doentia, criou a ideia de criar zumbis que seriam seus brinquedos sexuais vivos, para isso, fazia buracos nas cabeças das vítimas escolhidas e pingava líquidos cáusticos nas feridas, tentando assim destruir a vontade da vítima. Experimentou segundo ele, canibalismo com pelo menos um corpo, embora dissesse que não era sua prática comum.” Não copiei esse trecho todo por pura preguiça não. Nem eu mesma descreveria de forma tão nauseante tais características de Dahmer; por isso três “urras” para o dono do artigo. Só queria ver é a Ivete cantando “o seu amor é canibal, comeu meu coração mas agora eu sou feliz...” na frente dele. Ah, como eu queria!


Ed Gein, que inspirou a trama do filme Psicose (de Alfred Hitchcock – Esse não estuprou ninguém! – meu diretor preferido, antes mesmo do Polanski.) Não é considerado “serial killer” por ter matado APENAS duas pessoas. (Aprende com quem sabe, djow!) Foi suspeito de outros 10 assassinatos e, como todo adolescente normal, gostava de colecionar cadáveres... CADÁVERES? Sim, entre abajures e meias de pele humana, seguradores de copo feitos de peitos e crânios usados como tigela de sopa, posso afirmar que o garoto até que tem estilo hein! E juro, não foi ironia, todos esses artigos e objetos estão em diversos sites, entre eles o Wikipedia. Vale constar que Ed sofreu bullying na infância, por isso boyzinhos, fiquem espertos com seus coleguinhas nerds.


Albert Fish, também conhecido como “o vampiro do brooklyn” (Fikaadica pras fãs de Crepúsculo), em maio de 1928, usando um nome falso fez amizade com a família Budd. Após conquistar a confiança de todos pediu para levar Grace, a filha de 10 anos do casal Budd, a uma festa. Meses após o desaparecimento de Grace, a familia recebeu uma carta de Fish, admitindo ter matado a menina, cozido seu corpo e depois comido. Juro que eu tinha algum comentário pra fazer envolvendo a Maísa, mas acho que, se ainda me resta um pingo de dignidade, não vou estragar o post falando da Maísa. Enfim, Está bem claro que o nome do cidadão não tem nada a ver com seu cardápio?

Agora,o mais bizarro de todos... Após uma infância difícil em uma pequena cidadezinha isolada da população, chegou à cidade grande e aos poucos, com sua grande capacidade de persuasão, foi conquistando e iludindo pessoas à sua volta. Recentemente, no ano de 2009, começou a montar uma espécie de Frankstein com pedaços “humanos” e, segundo depoimentos do mesmo, essa foi uma de suas principais criações, arquitetada exclusivamente para substituí-lo na arte do crime. Relatos mostram que o mesmo costumava praticar um tipo de “lavagem cerebral” com suas vítimas, deixando as mesmas em estado de perfeito comodismo, e fazendo com que diversas mulheres engravidassem, causando até mesmo o aumento da população. Também conhecido como Lula, há quem diga que o lunático Luis Inácio arrancou até mesmo o próprio dedo!

Pois bem, ignorando a brincadeira boba do último parágrafo, entre tantos crimes hediondos é impossível não notar que aberrações como fãs do Fiuk e Luan Santana continuam vivendo. Se houvesse uma ‘lógica moral’ para todos estes assassinatos, é certo que Brasília estaria desabitada, e passaríamos a chamar tais figuras de apenas “justiceiros” mas devo lembrar que não é assim. Fico devendo um post nacional. Esse artigo foi mais informativo/curioso que qualquer outra coisa e, agora que já conhecem um pouco do que se passa dentre meus interesses insanos, comentem!... ou eu mato suas famílias!

Recomendações:

Um breve artigo sobre a bizarra vida conjugal do serial killer Rory Enrique Conde
http://www.assustador.com/index2.php

Filmes:
PsicoseAlfred Hitchcock(filme que, segundo” fontes” causou um grave desequilíbrio psicológico no ator Anthony Perkins, que interpreta o Serial Killer Norman Bates.)
O IluminadoStanley Kubrick (meu terceiro diretor favorito). Clássico com Jack Nicholson.
O amigo ocultoJohn Polson (com Robert De Niro e Dakota Fanning – COISAFOFA!)
Seven – Os sete crimes capitaisDavid Fincher
O silêncio dos inocentesJonathan Demme (da série Hannibal) Filme de maior destaque do meu grande ídolo do cinema, Anthony Hopkins.
A celaTarsem Singh ( é com a Jennifer Lopez, mas NÃO é um filme babaca!)
Perfume – a história de um assassinoTom Tykwer (O filme mais excêntrico dessa minha lista.)

Fonte: www.assustador.com – o site que não muda desde milnovecentosealgumacoisa (and... Wikipédia, porque ninguém é de ferro!)

Beijos psicopáticos.

19 comentários inúteis:

  1. Como diria Hilton Verdun no Notícias Populares (Cia Melhores do Mundo): MARAVILHOSO! (a entonação é melhor, mas não tem como fazer aqui)

    Que texto MARA Malu! Eu adoro essas coisas de filmes, assassinos, etc. Teria zilhões de dicas aqui, mas não vou extender demais... só um, vai! Filme bacana sobre a história do Jack Estripador é o FROM HELL (Do Inferno) com o Johnny Depp (tesãozinho mór da minha vida).

    E um outro filme, baseado em assassinatos reais, até com cenas reais gravadas pela polícia e tal, é o WONDERLAND (Crimes em Wonderland, no Brasil)... é da década de 1990 e é bem bacana.

    E sobre os vampiros que tu levemente comentou ali, tem aquele que te falei, o suéco. Let the right one in (Deixe Ela Entrar), mas cuidado pq existe uma versão americana com o mesmo nome mas é bem ruim. Vou te mandar o link, é sensacional!

    Beijooooo
    NAda melhor do que um post sobre assassinos pra comemorar meu aniversário sauhsahuassa

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post!!

    Eu comentei, por favor não mate minha família.. se bem que meu irmão..

    ResponderExcluir
  3. Eu deveria ficar com medo da Malú agora,mas não vou(será?) há mais gente assim por aí do que agente imagina e a Malú tem toda razão de pensar no assunto é melhor ficar atento aos primeiros sinais (quais seriam?um post sobre o assunto talvez em um blog chamado TPM?)brincadeiras aparte o livro Perfume – a história de um assassino consegue ser melhor que o Filme achei ele a uns 3 anos na biblioteca da faculdade e adorei ( axo que tenho sintomas)mais fica a dica aí! do livro! kisses

    ResponderExcluir
  4. Luly e Umbrella,

    Tive um vira-lata que morreu berrando feito um boi toda vez que tinha de cagar, era câncer de próstata.

    A sobre-população de rua canina se deve ao fato da preferência humana por possuir bichos de raça definida.

    A gente vive pondo canga nos animais, e quando é pra fazer bem: capa.

    Mas entendi, e vcs têm razão; agora que a Umbrella disse que cachorro não goza, concordo. Agora, se não goza, como é que o macho ejacula?

    =D
    Marcos

    ResponderExcluir
  5. ONDE que eu falei q cachorro não goza? Marcos, vc está discutindo um assunto na hora errada, no lugar errado. Aceitamos sua opinião no post correto, mas se for para discutir melhor esse assunto, como eu disse anteriormente, procure as pessoas que escreveram ou fóruns sobre o mesmo. Aqui a discussão já terminou, ok?

    ResponderExcluir
  6. Olhaíii... eu me dedico ao assunto e exponho meu interesse para vcs discutirem nos comentários se cachorro goza? ahhh, meucupravcs! hauahauahuahauahauahauahaau

    Aliceee, esse From Hell eu assisti! Pra falar a verdade não é um dos meus favoritos, mas não deixa de ser uma boa dica! 'Deixe ela entrar' eu estou looouca pra ver, desde que vc me falou. ja estou providenciando.

    Aliás... adorei os comentários, e as indicações! vcs são umas fofas altamente versáteis e cults rs

    Bjo gde!

    ResponderExcluir
  7. Caraio!! Tenso esse post hein!

    Como eu sou da filosofia de que "A Malu é grande mas nóis é ruim" (inspirado em "Meu nome não é Johnny) fico tranquilão.

    Aguardo o post nacional com grande elenco como: Pedrinho Matador (maior pena privativa de liberdade do Brasil),João Acácio Pereira da Costa - o "Bandido da Luz vermelha" que tem tudo a ver com a cor de fundo do blog e o não menos tradicional Francisco de Assis Pereira - O "Maníaco do Parque".

    Parabéns por mais um serviço de "utilidade pública".

    Beijooooo

    ResponderExcluir
  8. Putz, adorei o texto Malu...
    Interessante de verdade, assim é bom...rs
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Pow... que post massa!
    Acho legal essas lendas que, de fato, tem uma história verdadeira por trás!

    Poderiam fazer mais e abrir algum link, sei lá, pra Malu desenvolver e contar mais essas histórias... haha me encarnei!!

    Parabéns mulé!

    ResponderExcluir
  10. psicose é mto bom!!

    silencio dos inocentes, e suas sequencias são ótimas (os livros tb)
    e qq filme com o Anthony Hopkins (até o batman, q ele é o Alfred)

    e vc chegou a assistir Dexter?
    (única série em q o serial killer é o mocinho) #adoooro

    ResponderExcluir
  11. melzinhaa...
    to baixando dexter aqui. acabando supernatural eu começo..
    pra dizer a verdade eu não acho os 'hannibal' mto bons (incluindo Dragão vermelho), apesar de agradar meu gosto excêntrico e não muito exigente quando se trata de cinema.
    mas, sem dúvidas, hopkins está na minha lista de top ídolos. =D amooo!...
    Nando... daqui um tempo faço algo do gênero, assuntos bizarros são comigo mesma. hahaha
    brigadão amigos;
    bjss

    ResponderExcluir
  12. O post tah ótimo, mas não deu pra deixar de reparar no comentário inconveniente do nosso amigo ali!
    Mas calma Malu, foi só ele que não entendeu.
    BjO

    ResponderExcluir
  13. AAAAHAHAHAHA!!

    IPIPI URRA

    IPIPI URRA

    IPIPI URRA

    MTO BOM!!

    ResponderExcluir
  14. Faz a parte 2 desse texto! Eu (e pelo visto mais um monte de gente) adoro esse assunto! Acho digno tu escrever mais detalhes e mais história!

    ResponderExcluir
  15. ameeeeei o post Malu!
    sou facinada por serial killers e series sobre esses assuntos tbm *-*

    ResponderExcluir
  16. hahahahaha que legaaal galera. pensei q a aceitação ia ser bem menor..
    vou fazer a parte 2! =D
    que bom que gostaram!
    bjãoo

    ResponderExcluir
  17. Oi Mallu, tb me interesso por esses assuntos de Seriais Killers e confesso que leio bastante sobre isso, queria te indicar o livro: "Serial killer - Louco ou Cruel? Casoy, Ilana /EDIOURO" a Autora faz uma analise bem detalhada em vários seriais killers famosos.

    parabéns pelo texto, bem divertido, rs

    beijos

    ResponderExcluir
  18. Cara, gostei pra caralho do tópico, parabéns... vim deixa um comentário, só pra indicar um filme, quando tiver tempo olha o curta Tarantino's Mind, com o ator Selton Melo e o seu Jorge... pah muito bom o filme, eles criam uma teoria sobre um 'código' que o tarantino fez em todos os filmes... espero que der uma olhada.

    Abraço

    ResponderExcluir

Vai, comenta! Não dói nada!