22 de outubro de 2010

Dia de Visita - Criss Paiva


Ela já é de casa, dispensa introduções...



Interesse puro ou com gelo?

Oi, eu sou a Criss Paiva. Eu podia estar roubando, eu podia estar matando, mas antes de chegar a esse ponto, preferi escrever. Então sejam gentis com a minha TPM forçada e prestem atenção. Eu sei que o velho e tendencioso papo de Guerra dos Sexos já deu o que tinha que dar em todos os ramos da história da humanidade. Mas tem alguns seres australopitecos que ainda tem certa dificuldade de entender as coisas, então tentarei ser clara e direta. Por que é que alguns homens tem dificuldade de entender que existe vida em volta de uma vagina?

Acontece que, assim como estou fazendo questão de escrever “alguns” e “certos” homens, os homens precisam aprender a tratar as bucetas mulheres com a diferença que seja justa! Vamos combinar que nem todas as mulheres querem dar pra vocês? Vamos? Vamos combinar que existe amizade sincera e despretensiosa entre homens e mulheres? Engraçado isso ser pauta de um texto, sobretudo na época em que vivemos! Mas, acreditem, a necessidade de explicar isso é real. O cara que se aproxima de outros, força amizade, marca de sair e viaja pra encontrar outros colegas, é popular, é amigão! Uma mulher que faça exatamente as mesmas coisas é oportunista. Ah, meu ovo!


 
Um cara que elogia o trabalho de outro é parceiro, uma mulher que faça a mesma coisa é paga-pau. Um cara que tenha amizade com pessoas influentes é porque está sendo reconhecido no meio, uma mulher que tenha amizades assim é interesseira. Sem esquecer, é claro, que toda mulher quer dar. Sim, o fato de ter nascido com uma buceta, inibe qualquer outro interesse que possamos ter nessa vida, seja ele qual for... Não, nós só queremos dar. E pronto. Só isso. No máximo, dar em troca de algum favor.  Mas dar. Compulsivamente e pra qualquer um. Uma mulher que quer trabalhar, ter amigos, sair pra dar risada e cuidar da própria vida? Esquece, isso não existe! (pelo menos não na cabeça tão intelectual de alguns “homens” que, ao que me parece, se pensassem com a cabeça de baixo talvez desse mais resultado).

Nunca me preocupei em esconder ou fingir meu carinho gratuito com as pessoas que gosto. Sejam essas pessoas homens ou mulheres. Meu carinho é assexuado. Isso é tão natural e genuíno em mim, que nunca parei pra questionar as amizades de ninguém. Entretanto, chumbo trocado: se isso incomoda tanto, se minhas relações de amizade no meio em que trabalho querem dizer automaticamente que tenho “interesses” e se as pessoas julgam tão facilmente que minhas demonstrações de carinho querem alguma coisa em troca, posso me permitir pensar que as pessoas pensam assim porque elas conservam esse tipo de interesse umas com as outras?







Criss Paiva
Humorista Stand Up

8 comentários inúteis:

  1. que lindaa!! maravilhoso cris!!
    Criss Paiva é simplesmente a síntese de tudo o que nós queremos dizer, mas não temos a capacidade intelectual suficiente para organizar em apenas um texto.
    por essas e outras que eu TE AMO criss!... e NÃO, não quero dar pra vc!!!
    arrasou! obrigada mais uma vez pela participação maravilhosa!
    bjãaao lindona!!

    ResponderExcluir
  2. Yeahhh!
    Apoiado!
    Existe sim vida em volta de uma vagina!

    Criss, definitivamente vc escreve muito bem!

    E escolheu bem o tema ein?!

    rs

    ResponderExcluir
  3. vc conseguiu resumir um dos grandes tabus masculinos!!
    minha idola!
    quando eu crescer, quero ser igual a vc, me ensina?

    ResponderExcluir
  4. Muito bom o texto..concordo! =)

    ResponderExcluir
  5. Não tenho o que acrescentar, Criss...simplesmente obrigada, por ter escrito tudo exatamente como nós gostaríamos de dizer!...
    Bjoooooo
    Nana

    ResponderExcluir
  6. O texto falou tudo!!!
    "Por que é que alguns homens tem dificuldade de entender que existe vida em volta de uma vagina?" a melhor parte!!

    ResponderExcluir
  7. Texto muito bom, bem claro e direto!

    Agradeço por deixar claro a questão do "alguns" e "certos" homens.

    Mas defendendo a ala masculina, acredito que se a cultura hoje encara a mulher dessa maneira, foi porque, vocês, mulheres, deixaram que isso acontecesse. Tudo bem, não é culpa de vocês (hoje), mas, sim, delas (ontem). Mas, paciência. Agora vocês estão construindo uma nova cultura pra daqui uns anos (muitos anos), as mulheres serem vistas de outra maneira (talvez não exatamente como vocês gostariam, mas, com certeza, melhor que hoje!).

    E quem tá afim de dar compulsivamente aí, pow, estou aí... comer e pronto como vocês querem. haha

    Parabéns, vocês são ótimas!

    ResponderExcluir

Vai, comenta! Não dói nada!