7 de outubro de 2010

E agora você quer um retrato do país?


... Mas queimaram o filme.


Muitas pessoas foram votar neste domingo. Pessoas do país inteiro, pessoas ricas, pobres, inteligentes, analfabetas, fãs do Bebeto, pessoas com nariz de palhaço e pessoas votando em palhaços. Acompanhe como foi este dia na vida das quatro mulheres TPM, e o que elas acham desse circo todo:




_______________________________________

Alice
Todo mundo menos eu! Eu e o PC Siqueira, eu acho. Tenho alguns motivos, claro, mas nada que valha na justificativa eleitoral. Primeiro: não tenho candidatos. Normalmente voto nulo como forma de protesto por não ter nenhum candidato “decente”. Segundo: minha zona eleitoral é na região metropolitana de Porto Alegre, logo, gasto mais em passagem de ônibus até lá do que na multa se eu não comparecer às urnas. Por fim, foi mais por que eu dormi até umas 18h mesmo.
Mas rolou uma discussão sobre o voto nulo. Sempre defendi como forma de protesto aos candidatos apresentados e à obrigatoriedade do voto. Então um dos meus followers comentou que quem vota nulo não tem direito de reclamar dos eleitos. Ora, como não? Eu não elegi essa merda! Eu votei nulo justamente contra essa merda toda! Seria o mesmo que dizer que, se numa escolha entre COMER OU NÃO COMER MERDA, se você votar em NÃO COMER porém o COMER for de maioria de votos, você não teria direito de reclamar. Ou no pior ponto de vista: então sou obrigada não só a ir votar, como a eleger o “menos pior” nessa trupe eleitoral? Acho indigno. No melhor exemplo: 2º turno entre Dilma e Serra e eu não quero nenhum dos dois. E agora? Como diria meu ex chefe: deixo ou levo os pato?
Agora, sobre a obrigatoriedade do voto, a porcentagem de candidatos como Tiririca, Weslian Roriz e Yeda Crusius (candidata ao governo aqui no RS) me fazem pensar que realmente o Brasil não é um país preparado pra ser “livre”. Se não for obrigatório, somente pessoas cujo voto foi vendido ou aquelas que não tem “instrução” suficiente (pra saber que palhaços como Tiririca acabam elegendo “por trás” uma cambada de mensalistas, vide anexo) compareceriam às urnas.
Olha, sinceramente... eu não sei de nada. Já tava assim quando eu cheguei!


_______________________________________


Carol
A verdade é que apertar o verde, pra mim, já perdeu a graça. Toda eleição é a mesma coisa, termina tudo numa bad trip. E isso tudo só me faz lembrar da onda verde. Que onda, hein, Marina?! Segundo o Lula, foi só uma marolinha. Mas o que vimos mesmo é que a marolinha chegou até a areia e arrastou alguns brinquedinhos da criança Dilma. E agora, papai Lula?!
No âmbito das bizarrices, podem acreditar que analisei bastante, pra sair dos lugares comuns, dos candidatos mais batidos, and the Oscar goes to... Tiririca! Não teve pra ninguém, nem Zé do Canil, nem Romário, nem Ronaldo Ésper... Tiririca foi o grande vencedor dessas eleições, e pior: literalmente.


_______________________________________


Malu
Tiririca foi eleito com inúmeros “votos de protesto”. Isso explica as vitórias do Maluf? Collor? Dilma talvez? Isso para mim não é protesto, é ignorância, palhaçada, brincadeira... qualquer coisa. Menos protesto! Gostaria realmente de saber quem acredita que, um povo que após anos e anos de puro COMODISMO, decidiu agora protestar veemente e eleger uma figura assim. E, poxa hein, mas que agressão aos políticos... Será mesmo que os grandes chefões estão incomodados com a eleição de bizarrices como o Tiririca ou estão muito ocupados botando na SUA BUNDA enquanto você ACHA que protesta?
Mas quem sou eu para ter opinião? Meu voto não foi nem obrigatório, pelo simples fato de eu não ter a chamada “maioridade penal”. Se minha opinião importa menos do que a de um analfabeto que troca seu voto por material de construção, que assim seja.

_______________________________________


Marielle
A Justiça Eleitoral adverte: política faz mal à saude. Toda essa baderna de dePUTAdos e senaDORES, faz todo mundo perder a compostura. Tudo bem que a Mulher Pêra não tem como perder mais compostura, talvez por isso ela tenha se identificado com o meio.
O meio que é um meio termo entre a democracia e a imposição. Que democracia é essa que obriga o povo a votar mesmo que ele se veja encurralado por opções mais nulas que o possível voto? (E essa utopia do voto nulo? Pff!) O que é votar se não colocar seu nome numa maquininha impessoal, imperfeita e... porra, é uma máquina! Quem garante que aquilo é contablizado, impessoal e à prova de erros?
Por um lado, é legal que o voto seja obrigatório. Porque os que mais pensam se vêem obrigados a digitar os números na caixa mágica, mesmo que nenhum dos candidatos sejam de seu agrado. Se só os que quisessem votassem, teríamos uma avalanche de votos de cabresto e votos trocados por dentaduras e bolachas recheadas.

_______________________________________

E a opinião dos nosso leitores:


Mack
José Serra vai encarar o segundo turno com uma nova estratégia. Agora vai, pessoal. Com o segundo turno, Serra bolou uma nova estratégia para deixar Dilma no chinelo! Depois do exorbitante número de votos conquistados pelo palhaço Tiririca, todos querem pegar carona na fama do abestado.
Plano infalível. IN-FA-LÍ-VEL. Pô, Serra! Assim o segundo turno tá ganho!
Eu não queria falar em eleições outra vez, mas essa foi pra matar! Não falar em eleições seria um alívio, já que por conta deste segundo turno eu vou ser mesário outra vez! ¬¬
A outra parte ruim (ou apenas mais uma entre tantas) é que esse horário político vai continuar, eu não gosto desse horário, é como não gostar do horário de verão.
"A melhor maneira de melhorar o padrão de vida está em melhorar o padrão de pensamento." ( U. S. Andersen )


_______________________________________


Claudinha V. S.
Mais popular que o Lula só o Restart. Lula, assim como os garotos coloridos, não tem eleitores mas sim seguidores que votam em quem ele mandar. Se o candidato do PT fosse o Perna Longa, eu não tenho dúvidas que veria William Bonner narrar emocionado o famoso coelho subindo a rampa do Palácio do Planalto, recebendo a faixa de presidente e dizendo ''O que que há velhinho?'' com sua cenoura em mãos, e a família Lula toda aplaudindo.
Políticos honestos existem? Sim, existem! Eu só não vi nenhum por aí, e se você viu, pegue-o, coloque-o em uma jaula e cobre ingresso pela exibição, porque isso é uma espécie em extinção. Não vou levantar minha bunda dessa cadeira pra fazer revolução, pois sigo a linha Raul (”não sou besta pra tirar onda de herói”). Se alguém der o primeiro grito, talvez eu vá ao encontro caminhando e cantando e seguindo a canção. Mas acho bom essa pessoa se adiantar logo porque de bengala não vai dar pra eu ir muito longe.

_______________________________________

Enquanto isso, no twitter...

@GCabrali Giovanna Cabral diz:
Nas proximas eleições, antes de teclar confirma, verifique se a frase "certeza que quer fuder seu país?" não apareceu.

@BotelhoRenan Renan Botelho diz:
Quem vota em Serra vota em Marina, Mas quem vota em Marina, não vota em Serra. Brasil errou em não colocar Marina no 2° turno.

@biras Bira Soares diz:
Mano Brown sobre José Serra (em 2009) http://youtu.be/K4KX5wCzAoY?a

@tiodino diz:
Marina está em dúvida se apoia a Dilma, o Serra ou se vira revendedora autorizada Natura.

@RicardoPipo Ricardo Curi Garcia diz:
Somos imediatistas. Não pensamos a longo prazo. Esse é nosso maior defeito.

@tucori Fernando Tucori diz:
O brasileiro perde o país, mas não perde a piada

_______________________________________



Como o próprio Tiririca disse, parafraseando Zagallo: "Vocês vão ter que me engolir". Nessas horas, eu até defendo a bulimia.
Pelo menos os humoristas têm bastante material pra fazer piada nessa época né? Podem fazer textos geniais, shows imensos, gravar dvd, lançar livro e encher o bolso de dinheiro, enquanto a gente ri da própria desgraça. Não percam: Danilo Gentili em Politicamente Incorreto: http://tvuol.tv/bvW9

16 comentários inúteis:

  1. Não podemos desistir, Esse post é uma prova de que os jovens estão cada vez mais interessados em Política, seja no humor ácido, como nos discursos nas redes sociais...

    Parabéns pela iniciativa!

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente fiquei honrada de ver minha opnião no blog de vcs meninas, valeu Alice! Bom ter que escolher entre o ruim e menos ruim é foda por isso concordo com vc quando vc diz q votar em branco em uma opsição de não querer participar dessa palhaçada, existem mais coisa sobre o voto em branco q eles não dizem para povo, a propaganda do TSE incita de forma quase imperceptível o eleitor a não votar nulo, calma aí!se não é pra votar em branco porque tem essa tecla lá? simples porque vc tem o direito constitucional e por isso deveria ter uma propaganda expilcando sobre o que é o voto nulo tb, mas as propagadas sempre levam o povo aonde elas querem !

    ResponderExcluir
  3. Urna eletrônica e o voto facultativo aos 16 anos de idade. São só algumas das formas de acelerar o processo de votação e resultado, e aumentar o número de votos pra pôr no poder um sujeito, que, na maioria das vezes, pensa apenas em si mesmo e em pôr os parentes mais próximos pra ganhar dinheiro fácil às custas dos cofres públicos.
    Ideia boa essa de interagir com o pessoal. Valeu, Alice. Tamô junto nigga!

    ResponderExcluir
  4. Pois é, Tiririca é o Cacareco que deu certo. Quanto ao voto, independente de ser nulo ou não, só é importante mesmo quando tem a ver com essa frase de Henry D. Thoreau (A desobediência civil): "Somente o voto de quem afirma sua própria liberdade através desse voto pode apressar a abolição da escravidão". Enquanto isso, melhor rir da desgraça atual que chorar pela desgraça futura... =P

    Saudações verdes

    Lázaro

    ResponderExcluir
  5. Sensasional...vcs simplesmente disseram tudo e mais um pouco!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Talita, não existe mais isso. Hoje em dia, se vc não vai votar e nem justifica, é só pagar a multa. Pronto, vc está livre.

    Não invertemos as colunas, coloquei-as em uma só, o design fica melhor assim.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Ão ão ão Dilmão pra sucessão!

    ResponderExcluir
  11. Pow... Eu pedi e rolou! =)

    Essa democracia é meio esquisita...
    Pessoas que recebem beneficio do governo por serem consideradas intelectualmente inválidas para o trabalho tem titulo e votam!
    Pode soar meio preconceituoso, mas não é. Só acho insanidade,literalmente.
    Fica difícil acreditar que alguém vai mudar essa bagunça já que é mais vantajoso deixar como está.

    O povo tem o governo que merece.
    Vai ver eu mereço...

    ResponderExcluir
  12. Um dos melhores posts!!

    É bom instigar esses tipos de assuntos entre nós jovens, sempre rola um amadurecimento de idéias, novas percepções...

    Hoje o voto está banalizado, tanto pelo povo quanto pelos candidatos. Pelo povo de não estudar melhor os candidatos, pela facilidade em vender seus votos... e pelos candidatos, porque qualquer um pode candidatar-se! #Tiririca #mulheresfrutas

    Bom, tudo bem que se fosse pra melhorar alguma coisa no país, até serviria, mas qual é?! Tiririca? Até não sou contra de Romário e afins, pois quem sabe melhorem e incentivem o esporte... mas e aí, o Tiririca?

    A banalização chegou a tal ponto, que usam o próprio voto para 'protestar', sem levar em consideração o "custo-benefício" desse protesto! E aí, valeu a pena protestar e eleger o Tiririca? Que protesto é esse que fode com o país todo, durante quatro longos anos?

    Percebe-se que rola uma indignação sobre o fato #Tiririca né?!

    Sem contar em Roriz que ainda conseguiu segundo turno (será que o povo de Brasília vê televisão?), ou então, Collor que foi por um pouco que não ganhou segundo turno também (foder o país na presidência não foi suficiente?!)...

    Bom, enfim... acho que desabafei! haha

    E quero ressaltar que o Politicamente Incorreto do Danilo Gentili foi perfeito!

    Nando Zapelini

    ResponderExcluir
  13. 1º Lei de Newton
    Newton, você é uma farsa. Disse que "todo corpo que está em repouso, tende a permanecer assim a menos que uma força externa atue sobre ele". Entretanto mais de um milhão de brasileiros levam tapas de corrupção, desrespeito e populismo todos os dias e continuam em repouso.
    (prefiro acreditar que você é uma farsa do que acreditar que uma nação de caras pintadas é comodista) by Raiza Guimarães

    ResponderExcluir
  14. realmente, o protesto + ridículo, é votar em qm é ridiculo! e não é a primeira vez q eu vejo isso acontecer. onde as pessoas parenderam isso?

    ficou #mara o post d vcs, pq cada uma falou um pouco, e ta td certo! =D

    ResponderExcluir
  15. "@tucori Fernando Tucori diz:
    O brasileiro perde o país, mas não perde a piada"

    Foi o melhor Tweet.

    E eu não sei se é porque eu 'Sou do sul, a minha terra tem um cel azul...', mas das opiniões apresentadas a da Alice foi a que mais fechou com a minha. Tbm não votei, nem fiz questão de ir pra minha cidade votar pq não vale a pena votar... Não acho que votar nulo ou não votar seja a melhor opção, mas prefiro tomar esse partido do que votar em alguém q não confio.

    E quanto a quem é contra o Voto facultativo,eu entendo, mas penso que mesmo que ainda existisse compra de votos e tudo mais, ainda teríamos um numero bem menores de idiotas votando em outros idiotas.

    Adorei o Post. Estou mt politizada hj, até escrevi num blog bobo sobre isso.

    [Quem quiser: http://chicoseven.blogspot.com/2010/10/chico-xavier-baixando-gvargas-na-quinta.html]

    ResponderExcluir
  16. Como disse a Malu, minha opinião não importa para o país.

    Mas não consigo, cara, não consigo pensar como vocês, sobre o voto obrigatório...na minha cabeça é exatamente o contrário...
    Acho que se essa pessoas não fossem obrigadas a sair de casa e votar, mesmo sendo grande o número de votos comprados, as coisas melhorariam...as pessoas inteligentes e realmente conscientes, entenderiam que seria sim, realmente possível eleger os melhores candidatos...A meu ver, as pessoas que anulam votos o fazem porque sabem que são minoria perante os ignorantes acostumados a votas nos candidatos que os pais votavam e, enfim...esse tipo de coisa...
    Acredito que seria sim, possível, sei lá...vencer o que hoje é a maioria, e que são a maioria apenas por serem obrigados a votar...
    Mas essa sou eu, menina de 17 anos que ainda acredita no mundo, mesmo que pouco...

    Esperam não ter falado demais e que vocês tenham me entendido...

    Ótimo texto, parabéns.

    Nana Altro

    ResponderExcluir

Vai, comenta! Não dói nada!