26 de agosto de 2010

A TPM adverte...


Há tempos, desde a barriguinha de minha mãezinha querida, acho que ouçou sussurros dizendo, reproduzindo um bordão muito do safado que diz que "para tudo tem remédio". Engraçado é como as pessoas essa frase com tanta propriedade, não é?!
Pois bem, você deve estar pensando: puta que pariu, a Carol não cansa de ficar debochando do que as pessoas falam ou corrigindo como elas falam?
NÃO, eu não canso! Mas hoje eu não estou afim de falar sobre isso, só iniciei o texto assim porque iniciar texto, pra mim, é sempre muito complicado. Não estranhem se um dia eu comece falando das flores da estação ou do dia nublado com sol. Enfim, vamos ao que interessa.
Primeiro, preciso compartilhar uma informação importante com vocês: este é o primeiro texto meu que tem embasamento, teoria, pesquisa. O resto foi tudo titica que tirei da minha cabeça mesmo e crítica infundada a pessoas que nada tinham a ver com a história, na maioria das vezes. Mas dessa vez é diferente... Que estranho, não sou acostumada a falar essa frase, geralmente eu ouço dos meus namorados quando querem impressionar. Ah, deixa isso pra lá. Vou procurar um médico, estou com problemas de concentração, até na escrita...
Então, hoje falarei sobre isso mesmo, é... Eu sei que vocês sabem, toda mulher fica ansiosa pra ler sempre mais e mais sobre ela... NÃO, não contarei os segredos de beleza da Angelina Jolie, até porque são segredos. NÃO, também não falarei como exterminar todas as celulites do seu corpo, até porque você não ia conseguir cumprir mesmo.
Hoje, tchatchararãaa... Falarei sobre a nossa querida TPM. Tá, nem tão querida assim. Mas, vá, precisamos de alguém para colocarmos a culpa, não é mesmo?! É que nem irmã ou irmão mais novos, beibis!
Pesquisei pra mostrar pra vocês, na verdade, os possíveis tratamentos, remédios, medicamentos para a TPM. É, eu sei, ando meio prolixa (vide Aurélio).
Nessa minha pesquisa, encontrei inúmeras coisas, vocês nem imaginam. Mas podem imaginar: é só digitarem "remédios para TPM" no google, lá está toda minha pesquisa. Vocês não pensaram mesmo que eu tinha ido na Biblioteca Estadual daqui pra saber mais sobre o assunto, né?! Não mesmo, até porque aqui nem tem Biblioteca Estadual.
Pra começar, você precisa detectar QUAL TIPO DE TPM você tem. Vamos às categorias:





Bruxa - "alterações bruscas de humor, ansiedade, nervosismo, irritabilidade, lentidão mental (sacaneou!), abatimento, apatia, insônia, vertigem e depressão..." e por aí vai, só piora!

Monstra - "aumento de peso, flatulência, inchaço abdominal, edemo no rosto, muita sensibilidade nos seios..." quer dizer, prestes ao suicídio.

Neurótica - "depressão, impulsos suicidas, crises de choro, confusão mental, falta de concentração, dificuldade de verbalizar..." quer dizer, você descobriu que é irmã da Carla Perez.

Comilona - "apetite voraz, necessidade incontrolável de comer açúcar, sensação de cansaço..." ou seja, síndrome da Preta Gil.

Pluriapta - "apresenta vários dos sintomas mencionados e inclui um ou mais dos seguintes: acne, gases, constipação, diarréia, enjôo, vômito, dor nas costas e problemas respiratórios" pra mim, tirando o acne, isso era sintomas de gravidez, mas tudo bem, vou respeitar.

Agora que você já se identificou com um dos perfis (ou não!), vamos aos resultados. É, estilo revista Capricho mesmo, lembra? Não que seja importante, mas vai que!
Se você se achou bruxa, relaxe: esses sintomas apontam alto nível de estrogênio e baixa progesterona. Agora, se você se achou monstra, também relaxe: o site não diz o que você tem, deve ser frescura. Mas se você se identificou com o perfil neurótica, aí é pra tomar cuidado: parece que é elevação de progesterona e possível aumento do hormônio andrógeno, eu não sei o que quer dizer, mas escrevi pra te dar um medinho. Já para as comilonas, só um aviso: isso pode significar hipoglicemia reativa, ou seja, tomou no cu. As pluriaptas sofrem o mesmo caso das monstras: caso omisso do site.

Vai, agora conta os pontinhos. Não, peraí, esse teste não tem pontuação. Quer dizer, nem teste era pra ser, pra falar a verdade.

Depois dessas informações sem relevância alguma que vocês, inclusive, podem pular, vamos aos reais medicamentos encontrados. Muitos afirmam que o melhor remédio é o de forma natural, como a suplementação da dieta com óleo de onagra, seja lá o que for essa merda. Outros ainda indicam remédios de verdade, com acompanhamento médico, mas isso é chato pra caraleo, nem vou colocar detalhes, não.

Mas se você não se convenceu com porra nenhuma que eu escrevi aqui, eu até podia te mandar à merda, mas como estou calminha hoje, com a TPM controladíssima, vou te dar essa dica de remédio: http://migre.me/17ERu (podem clicar que não é vírus e nem supositório!)

Depois de ler todos esses sites, confesso que fiquei bastante deprimida. Agora o foda é que não sei se me encaixo no perfil neurótica ou pluriapta. Mas, apesar da dúvida, devo terminar esse texto da mesma forma que iniciei (TOC novo!): citando um bordão.

"O que não tem remédio, remediado está."

Conclusão: xinguem, se entupam de chocolate e bastante coisas gordurosas, chorem até inundar o quarto, MAS NÃO ME ENCHAM O SACO, CACETE!

Obs: toda minha fonte de pesquisa está aqui http://migre.me/17EYL (divirtam-se ou descartem o link!)

11 comentários inúteis:

  1. Ah, acho que vou pegar o TPM semanal pra cristo, e transformar em Drogaria. Carolzita, fato que eu sou uma mulher de sorte. Não me encaixo em nenhuma das opções, e posso (e tenho orgulho) de falar: NÃO TENHO TPM. Morram! ahuahuahuahuahuahua Adorei.

    ResponderExcluir
  2. Acho que tenho todas juntas, e agora? HAHAHA AGORA SENTA E ESCREVE PRO TPMSEMANAL.

    ResponderExcluir
  3. tenho dois tipos, Neurótica e Comilona, ah, é ótimo, ninguem me suporta, to pensando sériamente em escrever e mandar pra vocês, um post sobre homens que dizem que tpm é psicologico, a maioria dos meus amigos são homens, e eu não consigo ficar perto deles quando to de tpm, parece que os comentários deles pioram minha tpm e_e

    ResponderExcluir
  4. tenho td junto! (só não quero matar ngm, além d mim msm = emo) fudeu!!
    mas o pior d td, além da TPM
    é a CÓLICA!!!
    + vista ainda como frescura, do q a tpm, e tão ruim qto (ou até pior)

    ResponderExcluir
  5. é tão gratificante notar que ainda existem pessoas que dominam a arte do uso e função do palavrão. é serio:

    "ou seja, tomou no cu."

    é demais! eu fico até emocionada.!

    tomanocu. :D

    ResponderExcluir
  6. Cara tenho tudo isso.. kkkkkkkkk
    é foda né! enfim, nesses dias eu me tranco no quarto so saio qndo acaba, ou dias antes eu faço muito sexo pra passar o stress kkkkkk.. *brinks

    bjs

    http://coposcheiosdevodkaerocknroll.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. como diz uma amiga minha, eu só percebo que a tpm foi brava qdo ela passa e vejo as marcas de faca no meu corpo, meu pais presos no banheiro e meu namorado pendurado no poste...

    mas fora isso, sou um amor!

    e comer chocolate, eu vou comendo durante o mes todo pra que não notem a TPM.

    ResponderExcluir
  8. Pouts eu ja tava mal antes de começar a ler, imagina so depois que eu terminei=/, vou me enforcar num pé de couve #neurotica

    ResponderExcluir
  9. a minha COM CERTEZA é do tipo "bruxa"...
    porra, até nisso sou estranha! boa carol! hahahaha
    mto bom!
    bjao

    ResponderExcluir
  10. Como assim, logo no meu tipo não tem solução??? Quem foi esse idiota que disse que era frescura?!?!?! Só pode ter sido um homem... --'
    Ótimo texto Carolzinha linda *-*

    ResponderExcluir
  11. Qnd li as opções, achei que teria me encaixado exatamente na neurotica, mas qnd vi o comentario sobre a Carla Perez procurei outra opção para meu perfil TPM.... huahuauahuahuahuauhauhhua
    Caypyrynha...

    ResponderExcluir

Vai, comenta! Não dói nada!