29 de julho de 2010

Fui no mercado comprar café...


Por que fazer compras não é tão fácil como nas propagandas com a Claudia Leitte e a Ana Maria Braga? Nada mais tenebroso e assustador, pelo menos pra mim, do que o ato de ir ao supermercado fazer compras sozinha. Sério, não riam da minha debilidade!


Não sei de onde surgiu a idéia de que toda mulher sabe fazer lista de compras complicada e que, sendo assim, demora mil horas dentro do supermercado para conseguir comprar todos os pães light, os absorventes suaves e os sabonetes dove.

Primeiro, não sei vocês que me lêem, mas eu nem sei iniciar uma lista de compras. Minha mãe diz que eu preciso estar concentrada para lembrar tudo que me falta em casa e o que eu deixei de comprar na vez anterior e me fez uma puta falta do caralho. Ok, concentrar é fácil, lembrar que é complicado. Se eu não lembro nem o que comi ontem na hora do almoço, como vou lembrar TUDO que eu comi no café da manhã, almoço e janta durante VÁRIOS DIAS para poder saber o que gastei e o que não gastei? É um dilema, e não maconha!





Sem contar os produtos de limpeza, pasta de dentes e afins: não tenho nenhuma noção do quanto isso é gasto por um certo período de tempo, tipo um mês. Não controlo nem quantos absorventes eu uso a cada menstruação, sempre sou pega desprevenida com a visita. Sou péssima com prazos e dedução de quantidades. Será que sou só eu?

Ao chegar ao supermercado, a primeira coisa que olho é a fila. Se está grande, tá de boa, já me preparo psicologicamente pra esperar horas pra concluir minhas compras. Mas se não há fila, ou se elas estão pequenas, FODEU! Eu começo a tremer, a entrar em pânico: preciso colocar essas merdas todas no carrinho e chegar até a fila antes que ela encha. Eu me sinto numa gincana do Gugu, ou no passa-ou-repassa, naquela gincanazinha do final, lembram? Sem brincadeira! Mas parece que não adianta, por mais que eu corra, nem que eu tenha ido ao supermercado com uma lista de TRÊS ITENS, quando eu chegar até o caixa, ele estará lotado. Parece que eles contratam uns figurantes pra ME FODER! Quer dizer, pelo menos se fosse realmente pra me foder, tudo bem... Opa, sem desviar o foco do texto.

Mas, tá, vocês devem estar pensando: “Nossa, que burra, se ela tem uma lista com só três itens, é só ela entrar no CAIXA RÁPIDO!”, PÊEE! Resposta errada, meus queridos e minhas queridas. Caixa Rápido tem esse nome porque ele tem o poder de te deixar estressado MAIS RÁPIDO. Carrinhos enormes, duplos...? Isso não me estressa, é só uma fatalidade. PESSOAS QUE RESOLVEM PAGAR UM PACOTE DE MILHO COM UM CHEQUE SEM FUNDO? Ah, isso me estressa PRA CARALHO! E é justamente coisas desse tipo que ocorrem nos Caixa Rápido. Ou será que só comigo?

E, como se não bastasse, você ainda tem que empurrar um carrinho filhodaputa, cheio e depois esvaziá-lo no caixa. Qual o sentido dessa merda? Não seria mais fácil de qualquer outra forma? Se está no carrinho é porque eu já escolhi. Mas não, é inevitável esse ritual.

Fora que eu sempre presto muita atenção à voz que repetidas vezes fala ou “FELIPE, SEU PAI O AGUARDA NA ENTRADA PRINCIPAL” ou “ROSANGELA, SETOR 3. ROSANGELA, SETOR 3.”. Não consigo evitar, cada vez que ouço essa voz me desconcentro, isso soma muito mais minutos a minha saga.
Além disso, existem as diversas marcas para cada produto que está na minha lista. Que merda! Nesse momento, ou eu escolho o mais barato ou o que eu já usei. PORRA, eu sou geminiana, não me dê opções, isso pode me custar um dia inteiro tentando decidir.

Há também aqueles stands de degustação e/ou brindes, sabem do que eu estou falando? Então, por que aquelas merdas só me oferecem coisas que eu não gosto? Nunca me ofereceram Nutella, chocolate... Nada que preste. E os brindes... “Compre DEZ peito de frango da SADIA e ganhe uma sacola térmica”. Ah, pra porra, enfia a sacola térmica no CU pra vê se mantém ele quentinho sem KY.

Chegando à sessão de verduras, legumes e frutas é onde eu mais me ferro. Por que eles não selecionam só os que estão bom? Parece que a cada maçã que eu coloco na sacola tem um funcionário olhando pra mim, rindo de canto de boca e pensando “MUAHAHA, se fodeu, pegou outra podre!”. É, eu tenho mania de perseguição...

Também é engraçado como eles dispõem os produtos na prateleira. No meio são as marcas ou mais consumidas ou que estão em promoção. As de cima são aquelas que você tem que ficar na ponta do dedo do pé, quase dançando balé, pra pegar. Logo, você desiste com medo de derrubar todo o resto da prateleira. As de baixo são para os corajosos sem artrose.

E aquelas arrumações com biscoitos recheados e/ou latas de alguma coisa... É só em mim que dá vontade de esbarrar e fingir que foi sem querer, só pra me sentir num filme, tipo “Esqueceram de mim” ou “Denis, o pimentinha”?

Acabada as compras, depois de enfrentar Murphy no episódio “A fila que anda mais rápido nunca é a sua” e Season Finale “E não adianta tentar trocar...”, depois que a mocinha já passou tudo no caixa, sempre rola aquele medo de cair o sistema, faltar a luz, ou qualquer coisa que faça com que meu esforço tenha sido em vão. Definitivamente, eu tenho mania de perseguição...

Mas não adianta, sempre volto pra casa com alguma coisa faltando, e eu só percebo isso quando preciso realmente dessa coisa, que geralmente é o papel higiênico ou o sal. Nunca é a canela em pó ou o colorau, sei lá. Murphy insiste em me sacanear... Isso quando eu não compro alguma coisa vencida, porque eu NUNCA LEMBRO DE OLHAR A VALIDADE.

Tenho (muitos) problemas?

27 comentários inúteis:

  1. E quando as pessoas estão no caixa e são surpreendidas por uma noticia bombástica: VOCÊ VAI TER QUE PAGAR POR TUDO ISSO QUE VC ESTÁ LEVANDO...
    é tipo, algo super inesperado... se elas fossem avisadas com antecedencia, elas poderiam ter usado as horas que ficaram na fila para separar o dinheiro, procurar o cartão, pegar o cheque... o que transformaria o caixa rápido em um CAIXA RÁPIDO!

    To rindo mto com os vendedores rindo por vc pegar verdura estragada...

    beijoos
    @milla_mi

    ResponderExcluir
  2. ahahhahahahhahah E devo acrescentar que o posicionamento das prateleiras em grandes filas,a colocação dos itens fundamentais (arroz, feijão...) láaaaaaaaaa no fundo do super, a escolha do piso escorregadio e da iluminação certa para supervalorizar a cor das verduras... sim, tudo isso foi friamente calculado por um arquiteto maldito que não teve capacidade de ganhar dinheiro com outra coisa que não fosse decoração de Supermercado. hahahahahahahahahahahahaha
    beijo beijo

    ResponderExcluir
  3. Hahaha!

    Sem contar com criancinhas malditas brincando de "mamãe quero ter um carro!" com os carrinhos do supermercado..

    E em vez de mim, desejo que elas batam nas pilhas de refrigerante e cervejas e derrubem tudo que os 'pobres' funcionários demoraram séculos para arrumar..

    Hahaha, muito bom!
    =***

    ResponderExcluir
  4. Caríssima:
    Você é jovenzita, ainda não tem idade para perceber essas coisas que somente o tempo lhe permite observar, mas a vida está ficando cada vez mais complicada. O supermercado é uma prova disso.
    Antigamente, muito antigamente (quando os dinossauros ainda habitavam a Terra), íamos ao “super” com uma lista, que podia ser resolvida facilmente. Hoje as lojas nos jogam em um labirinto infernal de opções, que nem todos conseguem safar-se.
    Exemplifico:
    Sabão em pó. Antigamente comprava-se o OMO (detalhe para “o’ – era único) e estava pronto. Hoje há centenas de marcas, todas elas com diversas opções, e todas parecem boas, necessárias e úteis. Somente o OMO, uma das centenas de marcas, tem cinco opções: Tanquinho, Confort Classic, Comfort Pétalas de Violeta e Ylang Ylang, Confort Aloe Vera, Multiação. Minha empregada sabe o que isso tudo significa. Sabe, mas não me conta. Apenas percebo, com o rabo dos olhos, seu sorrisinho sarcástico quando pede para comprar sabão em pó. Ela conhece as diferenças, eu sei disso, mas não explica, apenas para me castigar, para me infernizar.
    Iogurte. Apenas Danone, sabores natural e morango. Hoje, dezenas de fabricantes, dezenas de sabores, dezenas de light, diet, less sugar, fat free etc.
    Pão. Havia o Pão Pullman, ponto. Hoje me pergunto onde foram encontrados tantos grãos diferentes que podem ser colocados no pão. Eles já existiam antes, ou foram fruto de alguma descoberta arqueológica recente? Coisa do tipo, feito com a semente nascidas dos grãos encontrados na tuba do faraó Amenotepek VIII. Pão? Tem apenas um pãozinho de forma simples, sem nada mais?
    Absorvente higiênico. Este é realmente “hors con cur“. Antes somente o Modess, que até mesmo um homem tosco poderia comprar, meio escondido, claro. Hoje há tantas possibilidades que parece ser necessário um curso de pós-graduação para comparar. As vezes penso que deve existir um curso secreto, onde as mulheres aprendem como conhecer, e entender, todas as variações do produto.
    E assim vai: leite, desodorante, sabonete, creme dental (esse eu prefiro nem comentar). A vida está cada vez mais complicada...
    É isso
    Beijinhos
    Jorge Miguel

    ResponderExcluir
  5. ai, colega .

    sem tem uma coisa que eu odeio em supermercado é ter que ficar me esticando pra alcançar a prateleira.

    é uma das coisas que eu pensei que ficaria livre assim que "crescesse" mas não rolou. eu to velha e não alcanço nada. :S

    ResponderExcluir
  6. HAHAHAAH
    clarooo...tudo verdade...

    isso quando não aprece, como a colega ai de cima falou, uma criancinha que depois de pentelhar bastante os pais conseguiu o carrinho e vem correndo com ele. Em que direção? precisamente no seu calcanhar! e ele pede desculpa? Não!! o demôniozinho ri da sua cara enquanto vc acha que só por esfregar a mão no calcanhar em pose de amarelinha vai fazer a dor passar e que pode matar ele com os olhos....é triste.

    @MisterDeh

    ResponderExcluir
  7. Pra mim o pior de tudo ainda eh quando voce escolhe um caixa, tem so uma pessoa na sua frente e quando chega a sua vez o infeliz te avisa que o caixa fechou e que aquela era a ultima compra. PQ NAO AVISA ANTES, PORRA?!
    Odeio ir ao mercado.

    ResponderExcluir
  8. Definitivamente, você disse tudo o que eu odeio!! Odeio supermercado. Tenho pavor quando minha mãe me chama para fazer compras, pq eu sei que as "compras" são no supermercado e não em lojas de roupas, ou bijus, ou calçados...
    No fundo, acho q sou adotada. Minha mãe ama supermercados. kkkkkkkk
    Vai entender.


    http://naomaisquetressemanas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Teu post mto me lembrou isso aqui: http://www.youtube.com/watch?v=Lv3EmK41b08

    ResponderExcluir
  10. Caronella querida... Vc pensa sempre assim ou só quando tá de TPM? o.Õ

    ResponderExcluir
  11. Tarsy, hahaha
    na verdade, às vezes nem preciso estar de TPM, mas não é sempre.
    não precisa ter medo, vai.
    hahahha

    ResponderExcluir
  12. E depois dessa nada fácil jornada, ainda tem que guardar tudo bonitinho em casa. Vê se dá pra ficar se preocupando se ta usando muito ou pouco saco plástico? A gente quer mais é ir embora logo...

    ResponderExcluir
  13. ... e a formiguinha subiu no meu pé. (...) Eu sacudi, sacudi, sacudi; mas a formiguinha não parava de subir!...

    mais nada a declarar!

    Grata!

    ResponderExcluir
  14. Não sei se fico rindo do seu texto ou tentando imaginar a situação, pode ser dos dois?!
    Morrendo de rir então!
    Kkkkkkkkkkkkkkkkk

    O q mais odeio no supermercado é a lei de Murphy, sabe como é?! Você olha aquela fila enormeee e outra menor, vc vai p menor, é a q mais demora, q dá problema, o cartão não passa, tem q cancelar a compra e isso demora anos... E p piora fica uma pessoa mais impaciente atrás de ti olhando com cara de sapo, ou melhor, de boi bufando achando q a culpa é sua... Afff
    Ninguém merece!




    Bjs

    ResponderExcluir
  15. hasuhasuhau... Que medo Caronella! Brincadeira, mas falando sério agora, espero que logo vocês ganhem um programa de rádio ou de tv. O mundo precisa conhecer o TPM semanal!

    ResponderExcluir
  16. hasuhasuhau... Que medo Caronella! Brincadeira, mas falando sério agora, espero que logo vocês ganhem um programa de rádio ou de tv. O mundo precisa conhecer o TPM semanal!

    ResponderExcluir
  17. Definitivamente esse Blog é o melhor!

    Realmente, a jornada dentro de um Supermercado pode se tornar um livro recheado de desastres. Já passei por um bocado de situações inusitadas. Saio indignado, mas convicto de que foi a última vez, que na próxima não acontecerá novamente ou que fui apenas uma excessão. E o pior é quando volto e tudo de errado que aconteceu na última vez se repete... carma!

    É... você não é a única com problemas! hehe

    ResponderExcluir
  18. Bem.. vi o blog de vcs no twitter do danilo gentili.. passei a ler desde entao.. muito bom mesmo!!
    adorei..
    sucesso pra vcs!!
    Carol morri de rir com esse post!
    kkkkkkkkkkkkkkkkk
    bjão

    ResponderExcluir
  19. kkkkkkkkkkkkk.
    Adorei a matéria! É um assunto que faz parte do nosso cotidiano, mas que as vezes nem nos damos conta de todo esse inconveniente. Realmente, está cada vez mais difícil ir ao supermercado.
    Qto à fazer a lista de compras, saia abrindo armários, geladeira e afins, e aí fica mais fácil lembrar do que está faltando. Eu faço assim!
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  20. Acho que realmente a parte das verduras e frutas é a pior, mas a minha perseguição é com aquelas velhinhas que pegam as melhores em 2 segundos, e ficam olhando com aquela cara de "é tão simples minha jovem".

    Elas servem de exemplo, não precisamos nos preocupar, daqui alguns (ou muitos) anos vamos estar craques nisso tudo!

    Parabens pelo blog. cada vez melhor.

    ResponderExcluir
  21. Moro só e tenho dificuldade de fazer lista. Então para facilitar a vida deixo uma cadernetinha de anotações sobre a mesa da sala com uma caneta anexa. Água sanitária pela metade? coloco na lista. Pasta de dentes parecendo que não chega ao final de semana? coloco na lista... etc ... etc.. Funciona bem QUANDO eu não esqueço a cadernetinha de anotações em casa. Ah, e estas coisas não-perecíveis eu sempre compro mais de duas unidades, para não ficar desprevenida.

    ResponderExcluir
  22. mto bom esse post msm!!!
    o pior é quando vc vai pegar alguma coisa e as coisas q tao com validade boa estao sempre la no fundo da pratileira, sera q eles colocam la no fundo so pq deve ser divertido nos ver irritadas ?! e quando vc ta la tentando procurando no fundo do da pratileira sempre tem um cara q trabalha la olhando pra vc com uma cara de cu, pq depois ele q vai ter q arrumar td. mas eles nos olham como se a culpa fosse nossa.
    afinal quem mando coloca na frente coisa q ja ta pra estragar ?! depois vai ter q arruma msm

    amo o blog de vcs
    um bejao pra vcs ae

    ResponderExcluir
  23. O melhor mesmo é quando vc está na fila do caixa, esperando a sua vez, e bate aquela vontade de cagar!

    bão,né...

    ResponderExcluir
  24. Adorei a parte da bolsa térmica. Huahuahahuaha.
    Bjsss.

    http://girassoispratodolado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. eu estou tendo convulsões de tanto rir... e acho q me mijei...ops... de tantas gargalhadas... a mary( secretária do lar) já veio ver se estou bem...kkkk.
    essa coisa de supermercado é problema de dna... meu pai passa mal no supermercado...e eu tenho mania de perseguição... adorei qdo vc fala dos legumes, verduras e frutas... me sinto como vc, carol...kkkkkk

    ResponderExcluir
  26. Acho que na verdade eu sou a única anormal da história.. pq eu amo supermercado e sempre volto com mais coisas do q deveria!

    ResponderExcluir
  27. Adoreii o post Carol.
    É realmente complicado fazer compras,faço as daqui de casa sozinha desde os 15/16 anos e sempre esqueço alguma coisa(hahaha)
    minha mãe fica tiririca,se acha ruim posso fazer nada,pq ela msmo não vai.
    É complicado msmo.
    bjoo

    ResponderExcluir

Vai, comenta! Não dói nada!