26 de julho de 2010

Em casa a gente conversa...


Impressionante como uma frase pode ter mil utilidades, mas sempre o mesmo significado. Quem aqui nunca ouviu a famosa "em casa a gente conversa", por favor, que aperte a primeira tecla.

Comecemos pelos primórdios, até hoje em dia:

Cena: você tem 6 anos, está com seus pais no supermercado fazendo as compras do mês. EXIJE um pote de IOIO CREM. Eles não dão. Você esperneia, chora, grita e ameaça ir embora com o circo.
Resposta: "Em casa a gente conversa" seguido de um discreto beliscão ou puxão de orelha.

Cena: você tem 8 anos, está na casa de uns amigos dos seus pais. Te oferecem biscoito, e vc rapidamente devora-os como se tivesse acabado de sair da Etiópia.
Resposta: "Em casa a gente conversa", diz seu pai entredentes, mais vermelho que o cabelo dessa que vos escreve...


Cena: você tem agora 12 anos, está sentada na sala da diretora enquanto ela liga pra sua mãe pra avisar que vc foi suspensa da escola.
Resposta: "Em casa a gente conversa" é o que ela diz sem nem te olhar, quando estaciona o carro na frente da escola pra te pegar.

Cena: você tem 18 anos. Baladinha com o namorado e os amigos. Vc enche a cara, vomita no chão, chora no ombro do segurança e diz que ama metade da festa.
Resposta: "Em casa a gente conversa", diz seu namorado com aquela cara de quem pisou na merda e tentou limpar no carpete.

Cena: você tem 25 anos. Seus pais descobrem que vc não foi morar em Londres pra estudar, e gastou todo o dinheiro deles em festas e putaria.
Resposta: "Em casa a gente conversa" dizem eles no telefone à caminho do aeroporto pra te buscar.

Cena: você tem 32 anos, casada, sem filhos, sentada à mesa da família do seu marido quando a velha solta "e pra quando são os netos?", ao que vc responde "seu filho mal consegue ter uma ereção, que dirá fazer um filho".
Resposta: "Em casa a gente conversa", diz seu marido com aquele sorrisinho amarelo. O que vc chama de humor pode não ser o mesmo pros outros.


Pequenos exemplos de cenas que já vivi ou imaginei. Com certeza vcs tem muitas outras pra contar (comentários tão aí pra isso).
Engraçado que todas elas dão a mesma sensação: frio na barriga e o pensamento "fudeu". Em alguns casos, vc já sente o lombo arder com as chineladas que virão à seguir. Varinha de sinamão, havaianas, mangueira, cinto e todas as outras coisas que seus pais encontrarem pelo caminho que sirvam pra te fazer nunca mais fazê-los passar vergonha. Ou o sermão que seu namorado/marido/ficante vai fazer, sentado na sua frente com aquela cara feia, balançando a cabeça e faznedo "tsc tsc tsc".

Agora não pode mais dar palmadas em criança né? Ainda acho que o "em casa a gente conversa" é pior. Cara, isso mexe AFÚ com o psicológico da cria! Saca que quem já ouviu isso, seja há 10 anos atrás ou ontem à noite, lembra perfeitamente da situação... sente o trauma na mente! Claro que quem apanhou em seguida da conversa, lembra mais. Será que serei crucificada se disser que acho que criança mal educada tem que apanhar mesmo? Enfim.

No caso dos casais, fique à vontade pra se sentir como um cachorro que acabou de fazer xixi no tapete novo da sala enquanto leva aquele sermão. Nós te entendemos.

Por fim, não consigo finalizar o texto. Não consigo concluir nada disso tudo. Só que eu tenho um medo do caralho quando alguém me diz "em casa a gente conversa".


13 comentários inúteis:

  1. que texto, hein, alice!
    Eu e Malu só temos uma coisa pra te dizer: em casa a gente conversa!

    HAHAHAHA

    ResponderExcluir
  2. Faz tempo que eu não sou ameaçado desse jeito...
    Tenho até saudades das lutas livres que eu fazia com meu pai.

    Bons tempos =')

    @maiconkf

    ResponderExcluir
  3. É verdade, mas pensando pelo lado positivo, também dá pra ameaçar com isso, eu já fiz bastante e funciona! =)

    ResponderExcluir
  4. "e ameaça ir embora com o circo" eu chorei!! huahuhaha muito bom!!
    Alice Umbrella lembrei de + um agora! 'escreve o que eu to te falando' segue a linha de pensamento, porque também dá um frio na barriga.. hauhahhahha adorei!!

    ResponderExcluir
  5. Meninas, visitem meu blog...
    http://coisinhasdalela.blogspot.com/
    bjsss!!!

    ResponderExcluir
  6. Acho q existe tb algo pior, é quando vc ver que tem algo para conversar, q pessoa q esta ali do seu lado esta segurando aquela coisa, e vc tenta puxar assunto, fazer dizer , e pessoa simplismente diz " Nada, não é nada"
    P. M. quer coisa mais frustrante!?
    Praticamente ate trava vc de conversar tb.

    Abç;

    ResponderExcluir
  7. na verdade, dá muita raiva quando o namorado/marido/ficante fala isso pq vc, alem de se sentir criança, sente o mesmo CAGAÇO de quando era criança e escutava essa frase.

    otimo post. :D

    ResponderExcluir
  8. Alice me abandona no RS, diz que vai estudar, mas so quer saber de festas.


    em casa a gente conversa.


    (verificar palavra: GALLIN) Significa?

    ResponderExcluir
  9. hahaha e o clima sempre fica tenso depois do "em casa a gente conversa" porque na cabeça só fica aquela vozinha falando "e agpra? fudeu"

    hahah muito bom o post

    ResponderExcluir
  10. porra denise!
    tu arranja namorado na pqp e depois diz que EU te abandono? fui pra porto alegre e tu não ligou nem pra me mandar a merda.

    em casa a gente conversa.

    ResponderExcluir
  11. tbm tenho um medo do caralho dessa frase! e lembro de imediato da minha mãe com cara de que vai encostar gentilmente sua mal "super leve" na minha bunda! hehehe (saiu meio estranho) mas enfim, me lembra quando a minha mãe me batia com sua mãe que é pior que uma havaina de pau!

    :*

    ResponderExcluir
  12. que eu me lembre, ouvi essa frase de uma amiga minha, q parecia ser namorada de tanto q queria controlar minhas atitudes.. então dizia a frase de praxe.. eu ria e pronto, acho isso tudo meio irônico. HAHA! =)

    ResponderExcluir
  13. Com certeza dá um frio na barriga... Vc pensa, ferrou em casa ele/ela pode me dar uma voadora KKKKK

    ResponderExcluir

Vai, comenta! Não dói nada!